Biologia, GENÉTICA, Trabalho Escolar, Trabalhos Escolares

ÁCIDOS NUCLÉICOS – Apresentação – As Bases Nitrogenadas – O Açúcar – O Grupo Fosfato – Genética – Biologia – Trabalho Escolar – Trabalhos Escolares

OS ÁCIDOS NUCLÉICOS

1. Apresentação

Os ácidos nucléicos são responsáveis pelo controle de todas as atividades celulares e pela manutenção da estrutura das células, além de estarem relacionados com os mecanismos de hereditariedade, isso é, com a capacidade que as células e os seres vivos têm de transmitirem as suas características para os descendentes. Nos seres vivos, há dois tipos de ácidos nucléicos: o ácido desoxirribonucléico (DNA ou ADN) e o ácido ribonucléico (RNA ou ARN), que apresentam papéis distintos. O DNA é encontrado nos cromossomos, dirige a síntese de proteínas e, desta forma, controla as atividades metabólicas e a arquitetura das células e dos seres vivos como um todo. O RNA recebe as informações contidas nas moléculas de DNA e as transfere para os ribossomos, onde as enzimas e outras proteínas são produzidas.

Polímeros são macromoléculas formadas pela união de várias (poli) unidades (meros = partes). Polissacarídeos são polímeros de monossacarídeos e proteínas são polímeros de aminoácidos.Trata-se das maiores moléculas orgânicas conhecidas e também são biopolímeros, como os polissacarídeos e as proteínas, embora muito maiores. Os ácidos nucléicos são polímeros de unidades complexas chamadas nucleotídeos. Cada nucleotídeo é um grupamento molecular formado por três subunidades: uma base nitrogenada, um açúcar com cinco átomos de carbono e um grupamento fosfato, que serão analisadas separadamente.

A – As Bases Nitrogenadas

São moléculas que possuem estrutura em anel, no qual alternam-se átomos de carbono e de nitrogênio. Classificam-se em dois grupos: as bases púricas, cujo componente central da molécula possui dois anéis, e as bases pirimídicas, que contêm apenas um anel central. As bases púricas são a adenina e a guanina. A citosina, a timina e a uracila (ou uracil) são as bases pirimídicas.

Nas moléculas do DNA, são encontradas apenas a adenina, a guanina, a citosina e a timina. Não há uracila nas moléculas desse ácido nucléico. Nas moléculas do outro ácido nucléico, o RNA, estão presentes a adenina, a guanina, a citosina e a uracila, mas não existe timina.

B – O Açúcar

O açúcar que entra na constituição dos nucleotídeos dos ácidos nucléicos é uma pentose, ou seja, um monossacarídeo com 5 átomos de carbono na molécula. Há duas pentoses que são encontradas nos ácidos nucléicos: a ribose (C5H10O5) e a desoxirribose (C5H10O4). A ribose é encontrada nos nucleotídeos de RNA, enquanto a desoxirribose é a pentose dos nucleotídeos de DNA.

C – O Grupo Fosfato

O grupo fosfato se origina do ácido fosfórico (H3PO4), por remoção dos seus átomos de hidrogênio. É o mesmo nos nucleotídeos de DNA e de RNA.

Em ambos os ácidos nucléicos, as ligações entre os nucleotídeos sempre acontecem da mesma maneira. O grupo fosfato de um nucleotídeo se liga à penteose de um outro nucleotídeo, com a saída de uma molécula de água. O grupo fosfato desse outro nucleotídeo pode, então, ligar-se à penteose de um terceiro nucleotídeo e assim sucessivamente, de tal forma que os nucleotídeos vão se enfileirando.

Quando diversos nucleotídeos se ligam uns aos outros, formam-se longos filamentos. Podemos observar, no esquema acima, que o filamento é formado pelo encadeamento de fosfatos e penteoses, e as bases nitrogenadas ficam “penduradas”a esse filamento.

Advertisements
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s