Computadores analógicos, História da computação, História do hardware

Equatorium – História – Referências – Computadores analógicos – História do hardware – História da computação

Equatorium

Equatorium procedente de Johannes Schöner
Um Equatorium é um instrumento astronômico empregue para encontrar as posições do sol, da lua e dos planetas no horizonte do lugar sem o emprego explícito de extensos cálculos astronômicos, mas apenas mediante o uso de geometria.1 Este tipo de dispositivos permitia a representação dos corpos celestes incluído o movimento anomalístico.

História

Uma das primeiras referências históricas documentadas de um equatorium com o objeto de estabelecer a posição do sol é devido do trabalho realizado no século V de Proclus, na sua obra intitulada Hypostasis,2 onde proporciona instruções sobre o modo de construir um destes dispositivos em madeira e bronze.3

Apesar de existir mecanismos similares ao equatorium na Antiga Grécia,3 a primeira descrição detalhada deste instrumento é realizada nos Livros do saber de astronomia na compilação de trabalhos astronômicos sob o patrocínio de Afonso X de Castela no século XIII, que inclui a tradução de dois textos árabes do século XI sobre a equatorium realizados por Ibn al‐Samḥ e al-Zarqālī.3 O matemático italiano Campanus de Novara na sua obra Theorica Planetarum (c. 1261-1264) descreve a construção de um equatorium, sendo uma das primeiras descrições realizadas na Europa em latim.4 Richard de Wallingford (1292–1336) é conhecido por realizar um mecanismo complexo de um equatorium denominado Albion que permitia o cômputo dos comprimentos da lua, do sol e dos planetas. Ao contrário que outros equatoria, o Albion permitia nos seus cálculos a predição de eclipses.5

Referências

– José María Millás Vallicrosa, (1960), A shared legacy: Islamic science East and West : homage to professor J. M, Universidade de Barcelona, pág. 335
– Proclus. Hypotyposis Astronomicarum Positionum. Leipzig: Teubner.
– a b c Evans, James. The History and Practice of Ancient Astronomy. Oxford & New York: Oxford University Press. p. 404. ISBN 978-0-19-509539-5
– Dictionary of scientific biography. New York: Scribner, 1971. Capítulo: Campanus of Novara, 23–29 p. vol. III. ISBN 9780684101149
– Título não preenchido, favor adicionar.

Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s