Dicas de Português, Gramática, Língua Portuguesa, Matéria Português, Português

PAROXÍTONAS – Palavras paroxítonas terminadas em ‘em’ ou ‘ens’ não recebem acento – Matéria Português – Dicas de Português – Língua Portuguesa

Palavras paroxítonas terminadas em ‘em’ ou ‘ens’ não recebem acento

Deu no jornal: “Por causa destes cinco ítens, que causaram a reprovação…”

Observação de um leitor: “Desconheço as regras que permitam acentuar a palavra ítens.”

Eu também.

As palavras paroxítonas terminadas em “em” ou “ens” não recebem acento gráfico: jovem, jovens; ordem, ordens; nuvem, nuvens; homem, homens; modem, modens; item, itens; polens, abdomens, liquens, hifens…

O PLURAL DE BRASIL É BRASIS?

É isso mesmo.

As palavras terminadas em “il” fazem plural segundo a posição da sílaba tônica:

a)    Palavras oxítonas = a terminação “il” vira “is”: funil – funis; barril – barris; Brasil – Brasis;

b)    Palavras paroxítonas = a terminação “il” vira “eis”: projétil – projéteis; estêncil – estênceis; fóssil – fósseis.

MAGÉRRIMO ou MACÉRRIMO?

Internauta quer saber se a forma “magérrimo” já é aceitável.

O Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras, registra duas formas: magérrimo e macérrimo.

O dicionário Aurélio registra, mas classifica “magérrimo” como um superlativo anormal.

O dicionário Michaelis também registra. Classifica “magérrimo” como anormal e diz que o certo é macérrimo.

Não é uma questão de certo ou errado. As duas formas são aceitáveis.

A forma “magérrimo” é característica da linguagem coloquial brasileira. Sem dúvida, é a variante mais usada.

Em textos formais, que exijam o padrão culto, o melhor é usar macérrimo.

FEMURAL ou FEMORAL?

Comentário de um leitor: “Na reportagem sobre a internação de um artista, o texto explicativo e o desenho ilustrativo do procedimento médico de cateterismo para a cinecoronariografia indicam a artéria “femural”, quando o correto é FEMORAL”

O nosso leitor está certíssimo. Embora o osso da coxa seja o FÊMUR com “u”, o adjetivo a ele relacionado deve ser escrito com “o”, ou seja, o certo é FEMORAL.

ATEMPORAL ou INTEMPORAL?

Internauta quer saber se a palavra ATEMPORAL está errada, pois, segundo ele, não encontrou em nenhum dicionário pesquisado.

Até bem pouco tempo, ensinava aos meus alunos que, embora a forma ATEMPORAL fosse de uso corrente, o certo era usar o adjetivo INTEMPORAL. Mas a língua é viva…

O novo dicionário Aurélio e o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, publicado pela Academia Brasileira de Letras, já registram a palavra ATEMPORAL.

Assim sendo, não se considera “erro” o uso do adjetivo ATEMPORAL. Temos oficialmente as duas opções: INTEMPORAL ou ATEMPORAL. Você decide.

IR A ou IR PARA?

Leitor quer saber qual é a distinção entre “eu vou a São Paulo” e “eu vou para São Paulo”.

As duas formas são corretas. A regência do verbo IR aceita tanto a preposição “a” quanto a preposição “para”. A diferença é semântica, ou seja, há uma pequena alteração no sentido da frase.

O uso da preposição “a”, nesse caso, dá uma ideia de “transitoriedade”, de algo “passageiro”; a preposição “para” dá uma ideia de “permanência”, de algo “definitivo”.

Se você viajar a São Paulo, eu imagino uma viagem a serviço, que você vai e volta no mesmo dia, que se trata de uma viagem rápida.

Caso você viaje para São Paulo, eu posso imaginar que você foi transferido e vai ficar morando em São Paulo ou que se trata de uma viagem longa, sem data para voltar.

É interessante observar que, na linguagem popular, quando alguém é demitido ou um jogador é expulso de campo, dizemos que ele “foi pra rua” ou “foi pra fora”. É a ideia de “coisa definitiva”, e não transitória.

Assim sendo, no seu trabalho, uma “saidinha” é “ir à rua”. Quem “vai pra rua” geralmente não volta. É como a garotada que vai “pra noite” ou “pra praia”. É quem não tem hora para voltar.

É a velha dúvida de quem não sabe se manda alguém “a” ou “para” algum lugar.

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s