Gramática, Matéria Português, Português

Objeto Direto e Indireto – Matéria Português

O presente artigo pretende esclarecer os conceitos de objeto direto e objeto indireto e as formas de identificá-los.

Objeto Direto

O objeto direto (OD) é o termo que completa o sentido do verbo transitivo direto (VTD) e liga-se a ele sem preposição. Serve para indicar o ser ao qual a ação se direciona.

Para encontrar o OD, duas perguntinhas básicas precisam ser feitas ao verbo: o quê? / quem?. Acompanhe:

O prefeito assinou o documento.
                      ↓                ↓
                  (VTD)          (OD)

A menina amava a natureza.
                      ↓                ↓
                  (VTD)          (OD)

Ontem ele deixou cinco caixas aqui.
                     ↓               ↓
                 (VTD)        (OD)

Agora que você já sabe o que é e como identificar o objeto direto, que tal aprofundar o assunto?

Segundo Celso Cunha, o objeto direto pode ser representado por:

a) Substantivo:
“Amava a vida, a esposa, e tinha muitos filhos.”
(Augusto Frederico Schmidt)

b) Pronome (substantivo):
“Não direi nada; essa palavra explica tudo.”
(Machado de Assis)

c) Numeral:
“Nessa noite deixou cinco ou seis estirados.”
(G. Amado)

d) Palavra ou expressão substantivada:
“Com que ânsia tão raiva
Quero aquele outrora.”
(Fernando Pessoa)

e) Oração substantiva (objetiva direta):
“Não sei se viu alguma coisa.”
(C. Neto)

Nota: os exemplos aqui citados foram retirados da Gramática da Língua Portuguesa do professor Celso Cunha – 1ª edição.

Lembre-se que toda oração é centrada em um verbo e é ele quem vai te ajudar na hora de identificar o objeto, por isso sempre pergunte para ele “o quê?” e “quem?”. Essas perguntas te ajudarão a conhecer o que o verbo está indicando, afinal é para isso que serve o objeto. Outro fator que ajuda muito é verificar a ausência de preposição.

Objeto direto preposicionado

Aprendemos que o objeto direto não vem acompanhado de preposição, entretanto, em alguns casos ele pode vir precedido de preposição. E isso acontece por diversas razões. Antes de prosseguir, veja alguns exemplos:

Disse a todos.
Comi da gelatina.
Você ama a outra.
Elas tomaram das bebidas.
Repare que em todos os casos o uso da preposição é facultativo, ou seja, não se faz obrigatório.

1. Geralmente os verbos que exprimem sentimentos podem vir precedidos de preposição.

“Ama a outro, não é? perguntou ele com voz trêmula.”
(Machado de Assis)

2. O objeto direto preposicionado também serve para evitar ambiguidade.

“Sabeis, que ao Mestre vai matá-lo!”
(M. Mesquita)

Há uma única situação em que, obrigatoriamente, o objeto direto é preposicionado: quando se expressa através de pronome oblíquo tônico.

O garoto havia esquecido a carteira, a alegria e a si.

Viu como é simples?

Atente-se a essas peculiaridades citadas aqui para não confundir o objeto direto preposicionado com o objeto indireto, que por si só pede preposição.

Objeto Indireto

O objeto indireto (OI), se analisado morfologicamente, vem precedido por uma preposição (a, para) e, na terceira pessoa, corresponde aos pronomes átonos lhe e lhes. E qual é o seu conceito? O OI é o termo que completa o sentido do verbo transitivo indireto (VTI) na oração e geralmente vem auxiliado por uma preposição conforme citado acima. Viu qual é a importância de saber identificar a transitividade do verbo?

Na dúvida sobre a transitividade verbal, consulte ao dicionário. Ele será o seu melhor amigo na hora de analisar o objeto em uma oração.

Agora veja dicas básicas para identificá-lo:

1. Vem sempre associado ao verbo transitivo.

Meu amigo gosta de música pop.
                      ↓                ↓
                   (VTI)           (OI)

2. Pode complementar verbos acompanhados de objeto direto, nesse caso, indicando a posse de algo ou a dependência do objeto indireto.

Os EUA declarou guerra à Espanha.
                   ↓              ↓             ↓
               (VTDI)      (OD)        (OI)

3. Indica quem faz ou quem sofre com a ação verbal.

O filho respondeu à mãe.
                  ↓              ↓
               (VTI)         (OI)

4. É ligado ao verbo por meio de uma preposição (obrigatória).

Recorri ao banco.
    ↓        ↓        ↓        
 (VTI) (prep.) (OI)

Você não se lembra de todas as preposições? Então, confira!

A, ao, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, perante, por, sem , sob, sobre etc.

Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s